21 maio 2014

Suplementos X Saúde




























Se você pratica atividade física já ouviu alguém dizer que os suplementos alimentares causam problemas à saúde, principalmente nos rins e fígado. Hoje vou tentar esclarecer essa dúvida que muitos carregam.

Antes de tudo, não existem estudos que comprovem o risco dos suplementos, quando utilizados em pessoas saudáveis (aí está a importância de realizar exames periodicamente). É Extremamente importante ir ao médico pelo menos uma vez ao ano para o famoso check – up, para saber como está a sua saúde. Muitas pessoas já estão doentes e não sabem aí quando o problema, que não foi tratado, se agrava a culpa fica para os suplementos.


O uso de medicamentos sem orientação médica, péssima alimentação, ingestão de álcool etc... Isso faz um mal incrível e mesmo assim o alvo ainda é o suplemento.
Diferente do que muita gente pensa, suplementos alimentares e anabolizantes esteroides são completamente diferentes. Os anabolizantes esteroides são hormônios sintéticos fabricados para estimular o desenvolvimento e crescimento de tecidos do corpo, já os suplementos alimentares são naturais, retirados de alimentos e plantas, que servem para complementar o fornecimento de nutrientes que precisamos diariamente em nossa dieta. Eles são parecidos com os alimentos em relação aos nutrientes que fornecem, além de serem práticos para consumo durante a atividade física, podem servir como auxiliares no aumento do consumo energético ou do aporte vitamínico-mineral.

Os suplementos são divididos da seguinte forma:


Repositores hidroeletrolíticos: Suplementos que possuem carboidratos e eletrólitos. Têm por objetivo a reposição de líquidos e sais que são perdidos na prática de exercícios físicos por meio da transpiração. Ex: Isotônicos 



-Repositores Energéticos: Apresentam, em sua maioria, carboidratos em sua composição com acréscimo ou não de vitaminas e minerais. Mantém o nível correto de energia para os atletas. Ex: maltodextrina.


Suplementos Termogênicos: Ajudam no crescimento do metabolismo e na perda de massa gorda, auxiliando no peso adequado.



-Suplementos proteicos: Produtos com proteínas, principalmente, que devem ter um alto valor biológico, de origem animal. Auxiliam na formação de músculos e são compostos por aminoácidos essenciais ao organismo. Ex: Whey Protein.


-Aminoácidos de Cadeia ramificada: São constituídos por aminoácidos essenciais, ou seja, os que o corpo não produz e que devem ser supridos na alimentação. São eles: a leucina, isoleucina e valina – (em breve faço um post falando sobre esses aminoácidos). São consumidos pelos atletas que realizam uma atividade que dura por um longo período.

-Suplementos Polivitamínicos e Minerais: Utilizado por pessoas com deficiência em alguns nutrientes.

O maior erro está na auto indicação. Não faça isso! Vá ao Nutricionista, ele saberá qual suplemento ideal para o seu objetivo e qual a quantidade que deve ser ingerida.


E você, qual tipo de suplementação utiliza? Foi orientado por um profissional?

Um Beijo*



Google Analytics Alternative